segunda-feira, 4 de novembro de 2013

O Frankenstein...

 
...que diz representar o País e defender a Constituição da República, andou hoje aqui por perto a botar faladura. Em Tomar disse que "os partidos têm que se habituar a trabalhar em conjunto" etc. e tal, na tentativa de passar uma esponja sobre um passado recente em que ele próprio promoveu precisamente o contrário. Claro que hoje, para ele, os partidos trabalharem em conjunto significa que o PS deverá vergar-se à vontade e aos ditames da coligação PSD /CDS e ser cúmplice das medidas de austeridade que "vão para além da troika"!!!... Se as políticas governativas estão no bom caminho, a maioria, precisamente porque o é, não precisa de consensos partidários. Acontece que por uma qualquer arte de mal dizer(?), hoje foi a vez da OIT vir afirmar que as políticas em Portugal estão mal. O pior é que a vergonha do desgoverno e de quem o protege do alto do seu pelouro é nula!....

3 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Quem se lembra do discurso da vitória e da tomada de posse conhece bem o modelo de virtudes que esta criatura é!

Abraço

mlu disse...

É uma vergonha, este tipo de discurso e a criatura está doente da memória! É-me difícil compreender a facilidade com que muda de opinião e de atitude em relação ao seu próprio comportamento e não sei o nome mas que é doença, é!

Bjs.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Esse homem é um nojo. Ponto final!