quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Dizem qu'é uma espécie de sistema...político


a imagem espelha o contribuinte português
Os inteligentes que nos governam suspenderam os serviços de transplantes hepáticos pediátricos neste país (com minúscula, pois claro!), por falta de médicos especialialistas, resultado: há crianças portuguesas em Espanha à espera de dadores compatíveis, com todo o sofrimento que a situação acarreta para elas e para os pais. Dizem agora, os iluminados, que vão voltar a reactivá-las no início do ano!...Depois de "deportarem" jovens quadros, vão contratar meios humanos a outros países, não é? Assim vai a nossa governação. Quanto aos exames médicos urgentes, que até hoje não eram urgentes, passaram a poder ser urgentes, foi uma confusão(?) que nos amedrontou e à saúde de todos nós!...
Também graças aos mesmos inteligentes e às suas políticas de desenvolvimento económico, ao longo deste ano que está a acabar houve uma média de 12 falências por dia. Com todas as consequências que daí advêm para este povo humilhado, espoliado, emigrado e/ou deportado!
Porque as notícias são uma triste leitura, o acto de escrever tem-se vindo a tornar penoso, esforçado e pouco motivador.

domingo, 25 de dezembro de 2011

BOAS FESTAS

Com algum atraso e com estas excelentes vozes, aqui ficam os votos de Festas Felizes a todos os amigos reais e/ou virtuais que por aqui passarem.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

JUDAS....


foto "roubada" devidamente identificada pelo autor
...tinha um programa eleitoral de transparência, de frontalidade, de não permitir que os indígenas fossem mais castigados do que até então, não subindo impostos nem retirando direitos. Isto foi o que o galaró apregoou. E convenceu muitos!...que o elegeram porque achavam que isto estava mal, mas iria ficar melhor.
Entretanto, o recém eleito começou por aumentar impostos directos e indirectos. Reteve parte do subsídio de natal, violando o previsto na Constituição da República e avisando que em 2012 função pública e aposentados não receberão qualquer destes subsídios, continuando em incumprimento sem que o poder Judicial se lhe oponha. Posto isto, os deputados da Nação (coitados!...) e funcionários da AR mantêm as regalias de subsídios e restantes mordomias previstas, sem cortes nem recortes. Sim, porque está claro que sem partidos não há políticos, o mesmo é dizer que sem palhaços não há circo.
O ministro da solidariedade social, um tal sr Pedro Mota Soares que foi tomar posse de Vespa, adquiriu um carrito por uns míseros 86 000€, sem nada dizer à troika, certamente.
O secretário de estado da Juventude veio informar aqueles para quem foi nomeado que era melhor pensarem em sair do bem-bom e emigrarem. Como  se muitos deles não tivssem já "pressentido" que iriam ser representados por um inapto, tendo dado à soleta antes dele os convidar.
Hoje foi a vez do pm (vassalo da troika e de Bruxelas, ao serviço dos interesses internacionais mas não dos portugueses), vir informar os professores que é melhor pensarem em emigrar porque não sao precisos por cá. Mas que raio de legitimidade tem um pm, ou que raio procuraçao lhe foi passada, que lhe permite vir dizer aos seus concidadãos/eleitores que estão a mais no seu país e que devem ir embora?  Que raio de país tem um pm que vem dizer publicamente que somos um povo sem esperança, sem futuro? Que raio de país investe na formação de quadros superiores e os despacha para ajudarem a desenvolver outros países, enquanto o seu fica cada vez mais definhado? Que raio de país tem políticos destes, que só criam deveres sem direitos, que fazem crer que o mal é da crise e não do sistema? Por quanto tempo mais????.... Sem ideias político/económicas de futuro, demita-se sr pm!!!...
E, já agora, onde anda essa coisa a que chamam presidente e que veio desejar a todos nós, pobrezinhos, "um ano de 2012 tão bom quanto possível"?

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

O novo porta voz do PS...

pela 3ª vez esta imagem neste blogue que,
cada vez mais se vai tornando a minha preferida

Pedro Passos Coelho, auto nomeado porta voz do PS, informa hoje os portugueses que o líder(?) daquele partido se mostrou "disponível" para "rever" argumentos e a sua oposição à inscrição na Constituição de uma norma travão do défice caso se "justificasse". Se assim for, a oposição está a transformar-se num bluff! hoje é branca, amanhã é cinzenta, nunca preta ou branca. Entendo também (eu e muitos daqueles que viveram o 25 de abril e que agora são esquecidos em detrimento destes que sempre militaram nas jotas e que tudo(?) sabem da vida!) que caso se verifique a inscrição desta medida na Constituição abrir-se-á um precedente que levará a que se perca a nacionalidade, a autonomia, a independência e, sempre que Bruxelas assim o entender, a Constituição será revista a favor dos interesses sabe-se lá de quem e para quê - daí o facto do governo ter abolido o feriado do 1º de dezembro, porque estamos a precisar de outro. E o povo vai observando os eleitos a conspirarem contra ele, e amargando em silêncio. São os políticos que temos e que, cada vez mais , se assemelham às lesmas: deixam ranho por onde passam, de resto....a oeste nada de bom!!!...

Pozinhos de perlimpimpim...


...atirados hoje por Paulo Portas a António José Seguro, usando a mesma farpa de sempre: o apelo ao seu "sentido de Nação". Em entevista hoje à RTP Portas usou todo o seu "sex appeal" para levar Seguro a votar favoravelmente a alteração à Constituição da República. Veremos qual a receptividade, até porque esta gente que nos (des)governa acha que todos devem pensar como eles e tentam subjugar a oposição com uma receita mais velha que a idade do mundo: a graxa. Isto para não emitirem um decreto a acabar de vez com a dita. A bem da Nação!....

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Exposição

Decorre numa das lojinhas por cima do Mercado Municipal uma exposiçao promovida pela Associação de Artesãos de Ourém. Se ainda não fez todas as suas compras de Natal, aproveite para adquirir obras artesanais durante o evento, que terminará a 3 de Janeiro.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

The shadow...

of Ourém Christhmas Tree....

21h20m
offfff, as usual

Gatunagem...mais do mesmo!...


A política de gatunagem que nos envolve, visando o fim do estado social, tem picos deveras arrepiantes. Desta vez é mais um ataque ao direito à saúde e, mais uma vez, ao bolso de todos os cidadãos. Além de terem colocado os médicos em "estado de sítio", passarão a cobrar o triplo do valor até agora pago nas taxas moderadoras de especialidades e urgências nos SAPs. Política de terra queimada, feita por gente sem qualquer tipo de sensibilidade.

sábado, 10 de dezembro de 2011

E juízo, onde pára???


Alberto João Jardim teve o prazer de anunciar publicamente a manutenção do apoio económico ao futebol profissional e não só, conhecendo-se também a exorbitância que vai gastar com os festejos de Natal e passagem de ano. Ontem, dia 9-12, a Associação Nacional de Farmácias informou o governo regional da Madeira que irá suspender o fornecimento de medicamentos a crédito, por falta de cumprimento do plano de pagamento acordado entre as duas entidades. Em tempos de vacas magras, pergunta-se: E agora?...quais as prioridades de AAJ? manter o povo saudável ou divertido?...

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Às escuras....



... é como este País está a ficar: a mergulhar cada dia que passa numa escuridão de desigualdades sociais e de falta de democracia. Se os trabalhadores da CP fazem greve (um direito que assiste a qualquer classe laboral desde que devidamente convocada), levam com processos disciplinares. Se os pilotos da TAP aderem à mesma nada lhes acontece. Se os trabalhadores da CP ameaçam com greve, a administração avisa que deixará de lhes pagar os vencimentos. Se os pilotos da TAP ameaçam com o mesmo processo de luta, acede-se às suas exigências. Só a ameaça de greve destes últimos, com o consecutivo adiamento/anulação de voos, trouxe à companhia (e a todos nós!) cerca de 10 milhões de euros de prejuízo. Da ameaça de greve dos maquinistas da CP desconhecem-se os valores de prejuízo (onde está aqui o conselho de administração?). Tudo isto, porque internacionalmente a greve da TAP é mais visível, todavia, para o utente comum dos transportes públicos a greve da CP hoje anunciada (embora predominantemente de consumo interno....), não será menos lesiva. Enfim...é a triste realidade que temos neste País a vapor, cada vez mais parado, seguidista e amarrado.
Bom mesmo seria que uns e outros... e outros ainda, não tivessem que recorrer a este tipo de luta!....

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Saúde?...


O ministro da saúde informou ontem  todo o povo português no programa "Prós e Contras" da RTP1, sobre os custos das novas taxas moderadoras. Não sei se oficial se oficiosamente, mas deve ser nova moda: passar a informação de novos sacrifícios para os portugueses em programas de debate. Reconheceu que a classe média será a mais sacrificada com as novas medidas, mas qual classe média? Esssa tecido social está a ser asfixiado, suprimido, constatando-se que somos dos países da europa onde o fosso entre ricos e pobres é o mais acentuado. Se assim é, onde pára a classe média? Serão os cidadãos de 1ª a quem são pagos todos os subsídios? serão aqueles que nos governam  e que receberão também os mesmos pela totalidade, porque deles não prescindem? os que tomam posse de "vespa", e que à custa do sacrifício do povo compram carros de 86 000€? os políticos que recebem cabazes de Natal pagos por todos nós e que deles não prescindem? De resto, da classe média deixaram de fazer parte a função pública e os aposentados na sua grande maioria, promovidos a cidadãos de 2ª, conforme o previsto na Constituição da República(?). Estes são os cidadãos a eliminar, juntamente com os desempregados: morram, porque são um estorvo para o estado.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Boa semana!...

Com muita força e genica, até porque vem aí mais um feriado! Para o ano haverá menos...

sábado, 3 de dezembro de 2011

Retalhos...

Imagem "roubada" do JN

Portugal cortado em pequenos retalhos fica, assim, portajado em tudo quanto é SCUT a partir do dia 8 deste mês de Natal. Mais uma prenda envenenada oferecida aos portugueses que precisam de trabalhar e de, cada vez mais, utilizarem as vias rápidas. Parece, no entanto, que assim não será, que teremos de continuar a circular pelas antigas estradas, se não queremos ficar depenados. Cá por mim, sempre que puder fujo aos gatunos.
Esperemos para ver a reacção dos camionistas de longo curso a este roubo gigantesco.
(Clicar no link para ver custos ao longo do país e começar a pensar nas variantes!)

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Areia para os olhos da malta...


Em dia e greve nacional, surge nalguns jornais nacionais uma sondagem da Marktest que dá uma subida de popularidade para o governo PSD/PPC. Se assim é, questionaram as pessoas erradas: os quadros superiores ou os que vivem de rendimentos escusos, pagos por todos nós. Se a satisfação é tão evidente, porque estão hoje serviços completamente fechados? Porque há hoje "serviços mínimos" a funcionar deficitariamente? Porque está hoje o País em greve? Claramente, é porque os trabalhadores estão satisfeitos(?) com este governo de agiotas.
Quanto à Marktest, gosta de mandar de vez em quando umas nuvens de bactérias para amedrontar papalvos, com a cumplicidade de alguns media que pertencem aos lobbies que poiam o governo, e que de forma oportunista lhe dão eco. Quanto aos analistas que executaram esta pesquisa e divulgam estas conclusões, só o fazem com medo de perderem o tachito, pois corriam o risco de não conseguirem emprego em mais lado nenhum, porque competência e ética são critérios que não lhes assistem.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Alerta...



Penso que a maioria dos portugueses que se vão mantendo a par do que se passa pelo País e, principalmente aqueles que sofrem directamente na pele (carteira) os roubos levados a efeito pelo actual governo, sendo que os mesmos são considerados anticonstitucionais, acham que a democracia já está cortada pela metade. Aqueles que precisam de cuidados de saúde e não conseguem em tempo útil ter acesso a um serviço para o qual descontam, acham que a democracia está pelas ruas da amargura. Quanto aos desempregados que têm filhos e que não conseguem sequer mantê-los alimentados em condições, devem achar que vivem no fundo de um poço, sufocados, e democracia aí nem existe.
Resumindo: quando um governo se baixa submissamente às sugestões de 3 indivíduos que representam o capital, e para lhes agradar aplicam ao povo medidas de sufoco, roubando-o descaradamente em todas as áreas, não governam o país, são lacaios dos interesses económicos e, assim, a democracia deixou de existir para passar a haver a ditadura da economia da treta. 


"Perante a catástrofe iminente, aqueles mesmos que reclamavam, há poucos meses, menos Estado, mais privatizações, recorrem agora ao Estado, com total desfaçatez, isto é: ao dinheiro dos contribuintes. Privatizam-se os lucros e socializam-se os prejuízos - essa parece ser agora a regra."

Mário Soares, "Diário de Notícias", 23-09-2008

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

O SNS e a celulite


almofada laranja...

O governo tem vindo a diminuir direitos sociais em todas as áreas, mas hoje o ministro da saúde vem afirmar que há 1000 médicos especialistas a mais nos hospitais portugueses. Se assim é, porquê as listas de espera no atendimento especializado? porque continuam a "importar" médicos? é desta conclusão que surge, certamente, a ideia de pagar aos médicos que concorram para os hospitais do interior mais 750€/mês. Cá está, novamente, a política de equidade entre cidadãos por conta do estado: polícias, professores, enfermeiros, administrativos, etc., etc., colocados no cú de judas, têm de aceitar as colocações se querem trabalhar, ou então ficam na rua, sem emprego e com penalização por terem recusado a colocação; os médicos são bonificados! Assim se elimina(?) a gordura do estado. Sim, porque a celulite, mais adiposa que a gordura, essa mantém-se. Se não, vejamos o quadro abaixo, que devidamente espremido, dava para pagar os 2 subsídios que me roubam e ainda sobrava dinheiro para grande parte da "dívida soberana".

ALMOFADA ou
Lista constante do site do governo:

1.Nome:João Montenegro
Cargo: Adjunto do primeiro-ministro
Ligação ao PSD: Foi vice-presidente da Comissão Política Nacional da JSD
Vencimento: 3.287,08 euros


2. Nome:Paulo Pinheiro
Cargo: Adjunto do primeiro-ministro
Ligação ao PSD: Foi adjunto do gabinete de Durão Barroso
Vencimento: 3.653,81 euros

3.Nome: Carlos Sá Carneiro
Cargo: Assessor do primeiro-ministro
Ligação ao PSD: Foi adjunto de Pedro Passos Coelho na São Caetano à Lapa
Vencimento: 3.653,81 euros


4.Nome: Marta Sousa
Cargo: Assessora do primeiro-ministro
Ligação ao PSD: Responsável por deslocações e imagem de Passos Coelho enquanto líder do PSD
Vencimento: 3.653,81 euros


5.Nome: Inês Araújo
Cargo: Secretária do primeiro-ministro
Ligação ao PSD: Foi secretária do Governo PSD chefiado por Pedro Santana Lopes
Vencimento: 1.882,76 euros


6.Nome: Joaquim Monteiro
Cargo: Adjunto do primeiro-ministro
Ligação ao PSD: Foi deputado do PSD entre 1983 e 1985
Vencimento: 3.287,08 euros


7.Nome: Raquel Pereira
Cargo: Adjunta do ministro das Finanças
Ligação ao PSD: Foi adjunta no gabinete do Secretário de Estado do Tesouro e Finanças, Miguel Frasquilho e chefe de gabinete da secretária de Estado Maria do Rosário Águas.
Vencimento: 3.069,33 euros


8.Nome: Rodrigo Guimarães
Cargo: Chefe de gabinete do secretário de Estado dos Assuntos Fiscais
Ligação ao PSD: Foi chefe de gabinete de Morais Leitão no Governo Santana
Vencimento: 4.791 euros


9.Nome: Gonçalo Sampaio
Cargo: Adjunto do gabinete do ministro da Defesa
Ligação ao PSD: Ex-candidato a deputado pelo PSD e presidente da secção B do PSD Lisboa
Vencimento: 3.183,63 euros


10.Nome: Cláudio Sarmento da Silva
Cargo: Assessor do gabinete do ministro da Defesa
Ligação ao PSD: Eleito membro da Assembleia da freguesia da Costa da Caparica pelo PSD
Vencimento: 3.356,34 euros


11.Nome: Paulo Cutileiro Correia
Cargo: Adjunto do ministro da Defesa
Ligação ao PSD: Ex-vereador da Câmara Municipal do Porto
Vencimento: 3.183,63 euros


12.Nome: Ana Santos
Cargo: Assessora do gabinete do ministro da Defesa
Ligação ao PSD: Fez parte da equipa, que, no Instituto Francisco Sá Carneiro, elaborou o programa do PSD para as últimas eleições
Legislativas; Ex-dirigente da Universidade de Verão.
Vencimento: 3.356,34 euros


13.Nome: Nuno Maia
Cargo: Adjunto de imprensa do gabinete do ministro da Defesa
Ligação ao PSD: Foi assessor no grupo parlamentar do PSD quando Aguiar Branco era líder
Vencimento: 3.183,63 euros


14.Nome: Marta Santos
Cargo: Adjunta do Secretário de Estado Adjunto e da Defesa Nacional
Ligação ao PSD: Foi assessora de António Prôa, vereador do PSD na Câmara Municipal de Lisboa
Vencimento: 3.183,63 euros


15.Nome: João Pedro Saldanha Serra
Cargo: Chefe de gabinete do Secretário de Estado Adjunto e da Defesa Nacional
Ligação ao PSD: Ex-líder da bancada do PSD na Assembleia Municipal de Lisboa
Vencimento: 3.892,54 euros


16.Nome: João Miguel Annes
Cargo: Adjunto do gabinete do Secretário de Estado Adjunto e da Defesa Nacional
Ligação ao PSD: Presidente da JSD Algés/Carnaxide . Faz parte do Conselho Nacional do PSD.
Vencimento: 3.183,63 euros


17.Nome: Rita Lima
Cargo: Chefe de gabinete do ministro da Administração Interna
Ligação ao PSD:Foi chefe de gabinete de Regina Bastos, secretária deEstado da Saúde no Governo de Santana Lopes
Vencimento: 3.892,53 euros


18.Nome: Jorge Garcez
Cargo: Assessor do Secretário de Estado Adjunto do Ministro da Administração Interna
Ligação ao PSD:Secretário-Geral Adjunto da Comissão Política Nacional da JSD
Vencimento: 3.069,33 euros


19.Nome: António Valle
Cargo: Adjunto do Ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares
Ligação ao PSD: Assessor de comunicação de Passos Coelho na São Caetano à Lapa
Vencimento: 3.069,33 euros


20.Nome: Ricardo Sousa
Cargo: Adjunto do Sec. de Estado Adjunto do Ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares
Ligação ao PSD: Delegado ao Congresso do PSD pela JSD
Vencimento: 3.069,33 euros


21.Nome: Nuno Correia
Cargo: Chefe de gabinete do Sec. de Est. Adj. do Ministro Adj. dos Assuntos Parlamentares
Ligação ao PSD: Ex-candidato do PSD à Câmara Municipal de Castanheira de Pêra
Vencimento: 4.542.00 euros


22.Nome: Ademar Marques
Cargo: Adjunto do Sec. de Est. Adj. do Ministro Adj. dos Assuntos Parlamentares
Ligação ao PSD: Presidente do PSD/Peniche
Vencimento: 3.069,33 euros


23.Nome: Marina Resende
Cargo: Chefe de gabinete da Secretária de Estado dos Assuntos Parlamentares e da Igualdade
Ligação ao PSD: Ex-assessora do Grupo Parlamentar do PSD (Junho)
Vencimento: 3.892.53 euros


24.Nome: Ricardo Carvalho
Cargo: Adjunto do Secretário de Estado da Administração Local e Reforma
Ligação ao PSD: Secretário da Junta de Freguesia Prazeres, eleito pelas listas do PSD
Vencimento: 3069,33 euros


25.Nome: João Belo
Cargo: Adjunto do secretário de Estado da Administração Local e Reforma
Ligação ao PSD: PSD/Coimbra
Vencimento: 3069,33 euros


26.Nome: André Pardal
Cargo: Especialista do gabinete
Ligação ao PSD: Vice-presidente da JSD; Delegado no último Congresso do PSD (XXXII)
Vencimento: 3069,33 euros


27.Nome: Diogo Guia
Cargo: Chefe de gabinete do Secretário de Estado do Desporto e Juventude
Ligação ao PSD: Membro da Assembleia Municipal Torres Vedras pelo PSD
Vencimento: 3.892.53 euros


28.Nome: Sónia Ferreira
Cargo: Especialista do gabinete do Secretário de Estado do Desporto e Juventude
Ligação ao PSD: Candidata a deputada pelo PSD nas últimas eleições Legislativas
Vencimento: 3.069,33 euros


29.Nome: Manuel Martins
Cargo: Adjunto do Ministro da Economia e do Emprego
Ligação ao PSD: Integrou as listas do PSD à junta de freguesia de Santa Isabel; Delegado ao Congresso do PSD
Vencimento: 3.069,34 euros


30.Nome: Álvaro Reis Santos
Cargo: Chefe de gabinete do sec. de Estado Adjunto da Economia e do Desenvolvimento Regional
Ligação ao PSD: Ex-vereador do PSD na Câmara Municipal de Ovar
Vencimento: 3.892,53 euros


31.Nome: Quirino Mealha
Cargo: Adjunto do secretário de Estado Adjunto da Economia e do Desenvolvimento Regional
Ligação ao PSD: Colaborou com o Instituto Sá Carneiro
Vencimento: 3.463,49 euros


32.Nome: Jaime Bernardino Alves
Cargo: Adjunto do secretário de Estado Adjunto da Economia e do Desenvolvimento Regional
Ligação ao PSD: Ex-presidente da Comissão Política do PSD/Resende
Vencimento: 3.069,34 euros


33.Nome: Rui Trindade
Cargo: Especialista do gabinete do sec.de Estado Adj.da Economia e do Desenv. Regional
Ligação ao PSD: Deputado na Assembleia de freguesia de Mafamude pelo PSD
Vencimento: 3.069,34 euros


34.Nome: Isabel Nico
Cargo: Adjunta do Secretário de Estado do Emprego
Ligação ao PSD Foi adjunta do sec. de Estado das Obras Públicas, Jorge Costa, num Governo PSD
Vencimento: 3.069,34 euros


35.Nome: Amélia Santos
Cargo: Chefe de gabinete do Secretário de Estado do Emprego
Ligação ao PSD:Foi chefe do Gabinete do Secretário de Estado das Obras Públicas, José Castro, no Governo de Durão Barroso
Vencimento: 3.892,53 euros


36.Nome: Carla Mendes Sequeira
Cargo: Especialista no gab. do sec. de Estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação
Ligação ao PSD: Em 2006 era membro do Conselho Nacional do PSD
Vencimento: 4.297,75 euros


37.Nome: Margarida Benevides
Cargo: Especialista no gabinete do sec. de Estado das Obras Públicas, Transportes e Comunicações
Ligação ao PSD: Foi delegada ao XIX Congresso Nacional da JSD em 2007
Vencimento:3.069,34 euros


38.Nome: Carlos Nunes Lopes
Cargo: Chefe do gabinete do Sec. de Estado das Obras Públicas, Transportes e Comunicações
Ligação ao PSD: Presidente do PSD/Mangualde
Vencimento:3.892,53 euros


39.Nome: Marcelo Rebanda
Cargo: Chefe do gabinete do Sec. de Estado das Obras Públicas, Transportes e Comunicações
Ligação ao PSD: Foi adjunto da secretária de Estado do Turismo
Vencimento:3.069,34 euros


40.Nome: Eduardo Diniz
Cargo: Chefe do gabinete do Secretário de Estado da Agricultura
Ligação ao PSD: Foi assessor do gabinete do Secretário de Estado do Desenvolvimento Rural, Fernando Bianchi de Aguiar num anterior Governo PSD
Vencimento:3.892,53 euros


41.Nome: Joana Novo
Cargo: Chefe do gabinete do Secretário de Estado da Agricultura
Ligação ao PSD: Candidata a deputada municipal de Viana do Castelo nas autárquicas de 2009 na coligação PSD-CDS
Vencimento:3.069,33 euros


42.Nome: Ana Berenguer
Cargo: Adjunta do Secretário de Estado do Mar
Ligação ao PSD: Foi adjunta do secretário de Estado Adjunto e das Pescas, Luís Filipe Gomes, no Governo de Durão Barroso
Vencimento:3.069,33 euros


43.Nome: Paulo Assunção
Cargo: Especialista do gabinete do Secretário de Estado do Mar
Ligação ao PSD: Foi adjunto do secretário de Estado Adjunto do Ministro da Presidência, Feliciano José Barreiras, no Governo de Santana Lopes
Vencimento:2.167,56 euros


44.Nome: Tiago Cartaxo
Cargo: Especialista no gabinete do Sec. de Estado do Ambiente e Ordenamento do Território
Ligação ao PSD: Conselheiro Nacional da JSD; candidato derrotado à liderança da JSD
Vencimento: 3.069,33 euros


45.Cargo: Especialista no gabinete do Sec. de Estado do Ambiente e Ordenamento do Território
Ligação ao PSD: Presidente do Gabinete de Estudos do PSD/Cascais
Vencimento: 3.069,33 euros


46.Nome: Nuno Botelho
Cargo: Apoio técnico ao gabinete do Sec. de Estado do Ambiente e Ordenamento do Território
Ligação ao PSD: Vereador do PSD na Câmara Municipal de Loures
Vencimento: 1930 euros


47.Nome: Paulo Nunes Coelho
Cargo: Chefe de gabinete do secretário de Estado do Ambiente e Ordenamento do Território
Ligação ao PSD: Foi chefe de gabinete do secretário de Estado da Administração Local de Miguel Relvas, no Governo Durão
Vencimento: 3.892,53 euros


48.Nome: António Lopes
Cargo: Adjunto do gabinete do Secretário de Estado do Ambiente e Ordenamento do Território
Ligação ao PSD: Foi candidato à Câmara Municipal da Azambuja pelo PSD
Vencimento: 3.069,33 euros


49.Nome: Ricardo Morgado
Cargo: Especialista/Assessor do Secretário de Estado do Ensino Superior Ligação ao PSD: JSD
Vencimento: 2505,47 euros


50.Nome: Francisco José Martins
Cargo: Chefe de gabinete do secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros
Ligação ao PSD: Ex- chefe de Gabinete do Grupo Parlamentar do PSD
Vencimento: 3.892,53 euros


51.Nome: Francisco Azevedo e Silva
Cargo: Adjunto do secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros
Ligação ao PSD: Ex- chefe de Gabinete de Manuela Ferreira Leite
Vencimento: 3.069,33 euros


52.Nome: José Martins
Cargo: Adjunto do secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros
Ligação ao PSD: Adjunto do Secretário de Estado da PCM, Domingos Jerónimo no Governo de Santana Lopes
Vencimento: 3.069,33 euros


53.Nome: Ana Cardo
Cargo: Especialista jurídica no gabinete do secretário de Estado da Cultura
Ligação ao PSD: Adjunta do gabinete de Teresa Caeiro (CDS), no Governo Santana Lopes
Vencimento: 3.069,33 euros


54.Nome: Luís Newton Parreira
Cargo: Especialista no gabinete do secretário de Estado da Cultura
Ligação ao PSD: Presidente da secção D do PSD Lisboa
Vencimento: 3.163,27 euros


55.Nome: João Villalobos
Cargo: Assessor no gabinete do secretário de Estado da Cultura
Ligação ao PSD: Prestação de serviços de assessoria em Comunicação Social e New Media, junto Gabinete dos Vereadores PPD/PSD na Câmara Municipal de Lisboa
Vencimento: 3.163,27 euros

56.Nome: Inês Rodrigues
Cargo: Adjunta da secretária de Estado do Ensino Básico e Secundário
Ligação ao PSD: Adjunta do gabinete da secretária de Estado da Educação, Mariana Cascais, no Governo de Durão Barroso
Vencimento: 3.069,33 euros


57.Nome: Marta Neves
Cargo: Chefe de gabinete do ministro da Economia
Ligação ao PSD: Adjunta do ministro as Actividades Económicas e do Trabalho, Álvaro Barreto, no Governo de Santana Lopes
Vencimento: 5.821,30 euros


58.Nome: Fernando Faria de Oliveira
Cargo: Chairman da CGD (Sector Empresarial do Estado)
Ligação ao PSD: Ex-secretário de Estado do PSD


59.Nome: António Nogueira Leite
Cargo: Vice-presidente da CGD (Sector Empresarial do Estado)
Ligação ao PSD: Conselheiro económico do presidente do PSD, Pedro Passos Coelho


60.Nome: Norberto Rosa
Cargo: Vice-presidente da CGD (Sector Empresarial do Estado)
Ligação ao PSD: Ex-secretário de Estado em Governos PSD (Cavaco Silva e Durão Barroso)


61.Nome: Nuno Fernandes Thomaz
Cargo: Vogal da Comissão Executiva da CGD (Sector Empresarial do Estado)
Ligação ao PSD: Ex-secretário de Estado de Santana Lopes


62.Nome: Manuel Lopes Porto
Cargo: Presidente da Mesa da Assembleia-geral da CGD (Sector Empresarial do Estado)
Ligação ao PSD: Presidente da Assembleia Municipal de Coimbra, eleito nas listas do PSD


63.Nome: Rui Machete
Cargo: vice-pesidente da Mesa da Assembleia-geral da CGD (Sector Empresarial do Estado)
Ligação ao PSD Ex-presidente do PSD


64. Nome: Joana Machado
Cargo: Assessora do secretário de Estado da Administração Interna
Ligação ao CDS: Integrou as listas do CDS-PP para a Assembleia Municipal de Lisboa nas autárquicas de 2001
Vencimento: 2.364,50 euros


65. Nome: André Barbosa
Cargo: Assessor do secretário de Estado da Administração Interna
Ligação ao CDS: Ex-assessor do Grupo Parlamentar do CDS-PP
Vencimento: 2.364,50 euros


66. Nome: Tiago Leite
Cargo: Chefe de gabinete do secretário de Estado da Administração Interna
Ligação ao CDS: Candidato do CDS a Presidente da Câmara de Santarém nas autárquicas de 2009 e nº3 na lista de deputados à Assembleia da República nas últimas eleições Legislativas.
Vencimento: 3.892,53 euros


67. Nome: José Amaral
Cargo: Chefe de gabinete dSecretária de Estado do Turismo
Ligação ao CDS: Candidato nas Europeias como suplente, nas listas do CDS.
Vencimento: 3.892,53 euros


68. Nome: Antero Silva
Cargo: Adjunto da ministra da Agricultura
Ligação ao CDS: Líder do grupo municipal do CDS/PP na assembleia municipal de Vila Nova de Famalicão e membro da JP
Vencimento: 3.069,33 euros


69. Nome: Carolina Seco
Cargo: Adjunta Secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural
Ligação ao CDS: Era a nº3 da lista à Assembleia da República pelo CDS no distrito de Viana do Castelo
Vencimento: 3.069,33 euros


70. Nome: Tiago Pessoa
Cargo: Chefe do gabinete ministro da Solidariedade e Segurança Social
Ligação ao CDS: Presidente do Conselho Nacional de Fiscalização do CDS
Vencimento: Vencimento de origem (HS-Consultores de Gestão, SA)

71. Nome: João Condeixa
Cargo: Adjunta do gabinete ministro da Solidariedade e Segurança Social
Ligação ao CDS: Candidato pelo CDS em Lisboa nas últimas Legislativas
Vencimento: 3069,33 euros


72. Nome: Diogo Henriques
Cargo: Adjunta do gabinete ministro da Solidariedade e Segurança Social
Ligação ao CDS: Chefe de gabinete da presidência do CDS-PP.
Vencimento: 3069,33 euros


73. Nome: Arlindo Henrique Lobo Borges
Cargo: Assessor do Secretário de Estado do Ensino e Administração Escolar
Ligação ao CDS: Deputado municipal pelo CDS em Braga
Vencimento: 3069,33 euros.


TOTAL: 3.056.829,58 Euros por ano.

terça-feira, 15 de novembro de 2011

É por estas e por outras...

...que querem diminuir os custos com a educação e cultura em Portugal , restringindo-a só a alguns. Se isso tivesse acontecido há mais tempo, ninguém daria pelas calinadas dos eminentes políticos, emitidas através de melodiosas verborreias provenientes dos iluminados pensamentos que atravessam as suas atrofiadas massas cinzentas.

domingo, 13 de novembro de 2011

Dia de S. Martinho

Ontem, dia de S. Martinho, em vez de ir à adega provar o vinho, fomos convidadas a ir até ao Jardim de Infância do Pinheiro, aqui mesmo juntinho a Ourém, à Festa do Outono. Excelentemente recebidas pela Xana, Educadora de Infância residente e resistente, esperáva-nos um chá ou um café numa salinha acolhedora, com as paredes forradas de castanhas desenhadas, recortadas e pintadas com chocolate, pratos lindamente decorados e um painel de Outono. Havia ainda uma mesa decorada com frutos da época e frasquinhos de doce de abóbora, e mais duas com bolos variados. As mães empenharam-se em ajudar a festejar a data com iguarias, cujos proveitos reverterão a favor de materiais para as crianças. É sempre bom ter os encarregados de educação por perto, contribuindo de forma saudável para a formação integral dos seus educandos. Aqui ficam algumas fotos para lembrar a data.
Beijinho Xanocas





quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Vadiagem...

Hoje foi mais um dia de "vadiagem", desta feita até à pacata, linda e ribatejana aldeia do Pombalinho, com almoço no restaurante "O Peso", excelentemente servido pelo amigo e colega de escola Américo - enguias (hummm, que delícia!), com salada e mangusto (ou magusto) - receita da região, que vem do antigamente e servia para aproveitar as sobras de pão de trigo e de milho, misturadas com couve, azeite, alho... Nham, nham!...

Seguiu-se a ida para a vila da Golegã, para mais um dia de proximidade com esse animal tão nobre que é o cavalo. Será talvez o sangue ribatejano a falar mais alto, porque enquanto qualquer outra feira nada me diz, tenho por esta especial carinho e predilecção. Enfim...se calhar sintomas que se vão agravando com a idade!!!...
:)

equipagem puxada por 3 parelhas (linda!)
em cima, do lado drtº o presid. da CMGolegã,
Dr. José Veiga Maltez
fotos: me
clicar para abrir fotos

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Golegã, hoje

Feira de S. Martinho - Golegã

XXXVI Feira Internacional do Cavalo



 GNR a cavalo
cu-cu!
disse-me o poneizinho por baixo da manjedoura...
:)
fotos:me 

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Esperemos....


Ao decidir abster-se na votação do OE012 (embora não fosse este o meu sentido de voto), reconheço que António José Seguro revela responsabilidade política e nacional. Esperemos para ver as consequências da discussão do OE na especialidade. Esperemos ainda para vermos se o partido do governo está aberto a sugestões que visem o bem estar dos cidadãos mais discriminados/penalizados. Veremos ainda se aceitam sugestões que levem à reversão do estrangulamento económico a que pretendem submeter este País. Veremos, pois, se o sentido patriótico de um tem retorno por parte do outro.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Golegã

Aí está a famosa feira de S. Martinho na Golegã, XXXVI Nacional do Cavalo, que decorrerá de 4 a 13 de Novembro. Imperdível!!!


quarta-feira, 2 de novembro de 2011

O saco de gatos...

... começa a agitar-se. Pinto Balsemão já veio manifestar publicamente o seu descontentamento com a privatização do canal 1 da RTP, o que originará mais um concorrente em tempo de crise. Hoje Fernando Ruas pede que a Cavaco Silva que lhe abra as portas de Belém, para apresentar as suas dores em relação aos cortes no orçamento das autarquias. Eles estão a começar a deitar as unhas de fora, ai estão, estão!...

Do album "Com Todo o Respeito"

Jorge Palma


sábado, 29 de outubro de 2011

Oh páááá!!!....


roubada: wehavekaosinthegarden
Deixa-me cá guardar/publicar esta coisa "Passos reitera que cortes dos subsídios são temporários", antes que o fulano dê outra vez o dito por não dito!!!...
Não é qu'eu acredite em milagres mas...às vezes...quem sabe???...
:(

Os abutres...


abutre-mor, ao centro
Os abutres sao aves necrófagas, nojentas e mal cheirosas. Andaram a tentar invadir o território nacional, tentativas essas que visavam assustar este País com PECs que contribuiriam para o definhamento da carteira dos cidadãos. Efectuaram voos rasantes até conseguirem assumir o controle do povo, começando a atacar as presas. Neste momento, estas aves nojentas mudaram os seus hábitos alimentares e começaram por abocanhar nacos de gente que ainda mexe, para rapidamente se banquetearem com aqueles que nao conseguirão aguentar as suas investidas. Está na forja mais um ataque àqueles que os sustentam através dos impostos, diminuindo o horário de funcionamento nocturno dos transportes públicos, nomeadamente o metro, sendo que a carris é já um dado adquirido. Esquecem que os shoppings estão abertos e que neles trabalha gente e, que para eles se desloca outra gente que dinamiza o comércio (que por sua vez dinamiza a indústria) e a restauração, contribuindo todos eles para a dinamização da economia. Esquecem as zonas de turismo nocturno que contribuem com os seus impostos para o mesmo fim. Esquecem que na sua generalidade, nem os funcionários destes estabelecimentos com horário nocturno, nem a maioria das pessoas que a estes se deslocam têm possibilidades económicas para andarem de transporte próprio ou de táxi. Esquecem ainda os que dão aulas e os que estudam à noite, e ainda os estudantes que embora frequentando o ensino diurno, precisam fazer trabalhos de grupo nas faculdades, que se prolongam até às tantas. Estes também não têm possibilidade de transportes alternativos, posto que o sacrifício da maioria das famílias já é enorme. Compreendo que estas feias aves queiram ter cada vez mais carne putrefacta, também entendo que esta bicharada não são animais de grande cérebro mas, afinal, quando se lhes acabar a comida (contribuintes pagantes), de que sobreviverão esta raça de abutres que nos governa????...

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Pfffui!!! Que cheiro a suor!...


O deputado João Almeida, porta voz da bancada do CDS, em dia de discussão do orçamento rectificativo, entreteve-se a fazer um levantamento das preferências clubísticas dos deputados da sua bancada, e a comentá-las no facebook. Por mim, reduza-se o número de deputados (de 230) para o mínimo previsto na Constituição (180) começando por este, obriguem-se estes a comparecer, justificarem cabalmente as faltas como qualquer outro funcionário e emagreçam as "gorduras" do estado começando pelos chorudos subsídios que acrescem ao vencimento para trabalharem.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Foi-se...

...o Verão de Outubro/Outono.



Baleal
fotos: me

Esplanada


foto: me

Esplanada económica, sem consumo obrigatório.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Os lacraus!!!...

"roubada" a Fernando Campos
Pinto Balsemão acusa governo de lançar sector na crise. Um ex-governante que foi PM deste País no tempo de Ramalho Eanes pelo partido que actualmente nos (des)governa, sucessor de Sá Carneiro na liderança do dito, que deu  a cara por PPC, e que é dono de vários meios de cpomunicação (Expresso, SIC, Visão...), queria a benesse de passar pelo meio dos pedaços de granizo que nos fustigam dia-a-dia sem ser atingido. Os lacraus começam  a provar o próprio veneno, começam a espernear. Pode ser que esperneiem de vez...com um cadito de sorte!....

domingo, 23 de outubro de 2011

Indignação!...


foto in DN
A indignação também já chegou aos militares, tanto aos de Abril de 1974 como a todos os outros. S'os gajos ainda se lembrarem como foi, estamos safos!!!

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Pasmo!....


"roubada" daqui
Será que os políticos não se enxergam? Marques Mendes aparece hoje a clamar por julgamento para ex-governantes do executivo de Sócrates, acusando-os de má gestão. Isto não passa de uma opinião populista, para o fazer parecer maior do que na realidade é, para lavar a própria imagem e a do seu partido, para aparecer nos media e estes venderem com base em conversas da treta que alienam os mais distraídos. Ou este sr. não passou pelo governo de CS, no tempo em que, absurdamente, se cometeram as maiores atrocidades sobre a economia? Por acaso foi julgado e condenado pelos tribunais? Claro que não! Foi julgado, condenado e saneado pelo voto popular. E os casos BPN e BPP, foram julgados em tribunal? Foram, mas de nada valeu, pagamos todos!!! As experiências de vida não servem de lição a esta gente?
Estou como Emiliano Zapata "É melhor morrer de pé que servir de joelhos!".

terça-feira, 18 de outubro de 2011

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Urubus!!!


Afinal o dinheiro que nos vao roubar de subsídio de férias e de Natal, não chega para tapar o buraco do BPN. Os parceiros do PR, ex-PM (que têm vindo a ser sucessivamente ilibados desde que este governo tomou posse!), que lhe proporcionaram chorudos ganhos em acções, escapam ilesos às malhas da lei, mas o buraco existe! devidamente comprovado! de tal maneira que todos esperaram pelo "nascimento do menino"- governo PSD- para começarem a cantar de galo. Para memória, ficam impunes:
- Oliveira e Costa, ex-secretário de Estado dos Assuntos Fiscais de Cavaco Silva;
- Daniel Sanches, ministro da Administração Interna de Santana Lopes;
- Dias Loureiro, ministro da Administração Interna de Cavaco e conselheiro de Estado escolhido pelo Presidente;
- Amilcar Theias, ministro de Durão Barroso;
- Rui Machete, presidente da mesa do congresso do PSD;
- Miguel Cadilhe, ministro das Finanças de Cavaco, que assumiu a direcção do BPN para resolver o problema, mas se comportou como uma ave de rapina (vd 10 milhões de euros de pensão...).
O que custa mesmo, é que a justiça não funciona para esta gente, e que além da impunidade, é o povo que vai pagar ao estado os milhões com que se abotoaram. Avance, pois, a proposta do lider da JSD de criminalizar os maus gestores. A começar por Cavaco Silva, que, enquanto PM aumentou exponencialmente a dívida nacional e, enquanto PR, como afirmou Carlos César é "o presidente mais partidário desde o 25 de abril". Logo a seguir, toda esta gentalha que nem sequer foi sufragada pelo povo.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

O regresso....


.... à ditadura está confirmado. A carga fiscal sobre os operários, funcionários e aposentados penalizam toda uma classe que no dia-a-dia ficará asfixiada com o acréscimo de cortes ontem anunciados pelo PM. Sem, no entanto, acabar imediatamente com os privilégios da classe política e suas mordomias a acumulação de pensões, as benesses. É um estadista sem visão global das repercussões económicas que as medidas anunciadas irão causar ao País, incapaz de atacar os verdadeiros problemas. Ainda não se viu contribuir com uma única estratégia para a evolução, para o desenvolvimento. O seu percurso de vida leva-o a fazer o mais simples: roubar o bolso de quem nada pode fazer para o evitar. Assim, não é preciso ser letrado ou sequer competente, qualquer um poderá ser PM deste País.

sábado, 8 de outubro de 2011

Amnésia ou...amnésia???


"roubada" do sempre oportuno wehavekaosinthegarden
O fulano que durante mais anos foi PM de Portugal, que recebeu mais milhões da UE enterrando-o em betão, cimento e quejandos, que pagou para abater frotas pesqueiras e para reduzir drasticamente a agricultura, que em happy marriage com Manuela Ferreira Leite esganou a educação e a carteira (e algumas carreiras!) aos tugas, que criou a primeira PPP, que se calou quando devia falar, e falou quando devia estar calado tanto enquanto PM como agora em PR, que foi um dos paladinos da saga económica de "la vie en rose" que durou até hoje, vem agora afirmar que "É preciso que trabalhemos mais, que trabalhemos com qualidade, que  tenhamos mais força",  questionando se "Não será possível fazer com que a realidade venha a ser melhor?". Estas frases aliadas a parte do seu discurso de 5 de Outubro "A crise que atravessamos é uma oportunidade para que os Portugueses abandonem hábitos instalados de despesa supérflua, para que redescubram o valor republicano da austeridade digna, para que cultivem estilos de vida baseados na poupança e na contenção de gastos desmesurados, para que regressem ao consumo de produtos nacionais, para que revisitem o seu país e aí encontrem paisagens esquecidas e um património histórico que só sendo conhecido pode ser acarinhado e preservado.", serão uma tentativa patética de passar benzina na sua imagem? Se assim for, hoje já se utilizam produtos mais eficazes para tirar nódoas. Se não for esse o objectivo, ainda pior, o caso está mal parado, porque é uma questão de amnésia e não devíamos ter PRs com tais sintomas.
Pode ainda contar com a amnésia alheia, e por aí...talvez consiga convencer alguma gentinha.
Cá por mim, é por situações caricatas como estas e outras que as vacas sorriem!!!...

domingo, 2 de outubro de 2011

Voto de arrependimento


do blogue Aventar
O voto de arrependimento já começa a ser divulgados publicamente, tipo acto de contrição, proveniente de quem menos se esperava: opinion maker Alberto Gonçalves - DN.
Como o PR não é o meu presidente como venho dizendo há muito, também há muito que venho lamentando a sua falta de tacto, ou, como diz o povo, a sua falta de chá, cada vez mais visível/acentuada conforme se pode constatar na sua última entrevista.
Creio que, a curto prazo e pela lógica da entevista, aquele cujo nome é impronuncável  será perdoado, assim como outros o foram através do BPN e outro virá que o será pela prescrição. A coutada esteve e está a saque, com um patrocinador de ontem e de hoje.