terça-feira, 27 de novembro de 2012

Hoje, o CDS....

 
...vendeu definitivamente a alma ao diabo. João Almeida, porta-voz do partido, bem pode constatar que este "não é um bom orçamento", explicar que o seu voto favorável "não se justifica pelo conteúdo do Orçamento, mas antes pelas implicações que teria a sua não aprovação" e fundamentar a razão do mesmo, porque moralmente de nada lhe vale. A partir de hoje, o CDS pactua decisivamente com o empobrecimento do povo português e da sua economia. A partir de hoje, o CDS que se tem arvorado em "defensor dos contribuintes" dentro deste desgoverno, aceita definitivamente o jugo das decisões do PSD e passa a ser somente um factor numerológico para aprovação dos documentos produzidos pelos donos da coligação, totalmente esvaziado de ideologia própria. A partir de hoje, ao CDS cabe unicamente o papel de pau mandado dentro da desgovernação.....

3 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

São uns patuscos estes tipos do CDS. Se o tuga não tiver memória curta ( o que ainda está por provar...) nas próximas eleições reduz o CDS à inutilidade que realmente é.

Luís Filipe Maia disse...



Confesso esgotada a minha capacidade de ouvir a argumentação apresentada pelo chefe dos ladrões Passos Coelho e do resto do gang, bem como a corte de engraxadores e de lacaios que vão enchendo a comunicação social, com o seu estafado argumentario salazarento em defesa da economia e do estado português, baseado no emprobecimento do povo, que enganaram com promessas eleitorais mentirosas, optando pela defesa da finança alemã.

A miséria a que está a conduzir o nosso gente, não tem argumentação possível razão porque encerrei a partir de hoje, com a audição do jovem salazar português, a minha capacidade de ouvir qualquer tipo de argumentação daquela gente.

Declaro-me a partir de hoje em desobediência civil enquanto esta gentalha se mantiver no governo. Este governo ilegítimo e ilegal, quanto mais não seja pelo facto de ser um governo fora da lei, considerando que insiste em governar contra a lei fundamental de Portugal a Constituição. Não devemos esquecer o que aconteceu com o orçamento de 2012, quando algumas das medidas orçamentais foram consideradas ilegais, embora tivessem sido deixadas passar, por razões que o Tribunal Constitucional considerou poderem ser aceites.

Este governo, é um governo com pena suspensa, que reincidindo no mesmo crime, deve ser banido por aquele Tribunal.

Banido em definitivo, da cena política deve ser não só essa gentalha do PSD, como o seu inútil apêndice político chamado CDS.PPm que claramente não faz mais nada do que tentar passar a imagem de alguém que estando não está, assina acordos com a gentalha do governo mas finge que não gosta e aparece chorando lágrimas de crocodilo, para salvaguardar futuras eleições.

mlu disse...

Nem dá vontade de comentar esta gentalha sem coluna vertebral que quer o poder "custe o que custar" (agora é que é!)e não se envergonha da incoerência e da hipocrisia com que se finge "amiga" do povo! Boa ideia é mandá-los...passear(?)!

Bjs.