quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Debate autárquicas-ABC Portugal

antes como agora, os rádios são poderosos
A rádio continua a ser um poderoso meio de comunicação. Que o digam os candidatos às autarquias, nomeadamente à de Ourém que, durante quatro horas expuseram os seus projectos para o Concelho.
Vítor Frazão, contraditório, afirmou pretender aproveitar o que foi feito anteriormente, mas, por outro lado, demarcou-se dos erros da (sua) governação ao tentar descartar responsabilidades para a oposição, cujos vereadores, em minoria, não detêm nem detiveram qualquer pelouro na CMO. É o normal em dias de desnorte.
Ah! (Re)Apresentou uma nova equipa, porque "...o presidente de câmara não pode ser o Homo sapiens...", mas poderá, certamente, continuar a ser o "Homo erectus" que o antecedeu na pré-história das estórias da espécie.
Fez também questão de, logo de início, afirmar ser "uma pessoa honesta". Quanto a essa afirmação, poderemos perguntar-lhe se acha que os outros candidatos não o são. Ou terá sido uma tentativa sub-reptícia de dar continuidade a uma campanha de descridibilização que tem por aí andado.
Aquela de afirmar por 2 ou 3 vezes "...ainda sou jovem..." foi para não se sentir descriminado entre os pares? Ou quererá que se desculpabilizem os seus actos de má gestão e do "buraco orçamental" na CMO através da frase popular "é jovem...não pensa!..."?
O todo-poderoso-candidato-presidente ou presidente-candidato foi fraquinho, para a experiência que diz ter de poder autárquico.
Quem ganhou o debate? eu tenho a minha opinião e...está bem claro!

6 comentários:

João Filipe Oliveira disse...

Mariamar, eu também tenho opinião sobre quem ganhou o debate. E não deve ser a mesma pessoa que a Mariamar costuma apoiar politicamente.

Se não houvesse ainda um certo preconceito contra a esquerda entre muito do nosso eleitorado oureense, tenho a certeza de que a CDU tinha acabado de convencer muitos mais do que aqueles que já conseguiu. Mesmo apesar dos preconceitos.

E também o CDS-PP foi uma excelente surpresa.

Afinal os chamados "pequenos partidos" não andam nisto a ver passar navios.

maria mar disse...

João, não me venha com conversas em relação aos pequenos partidos. Eu não disse no meu post que não gostei de o ouvir. Nem disse que não gostei da sua intervenção, antes pelo contrário, entendo que ganhou consistência desde o 1º debate no Olival. Nesse sentido tive, aliás, o cuidado de não ferir susceptibilidades.
Agora não gostei mesmo de ouvir o candidato do CDS/PP, com as suas utopias em relação a este Concelho mostrou que estudou qualquer coisita, mas utilizou uma forma vaga de falar dos problemas, que se aplica a qq concelho do País. Nada que me suspreenda ou que tenha para mim qq consistência. Não tenho preconceitos contra a esquerda João, nunca fiz parte de qq lista de drtª, apesar de convidada. Não gosto de VF, entendo que sou livre para tirar as minhas conclusões, tirei-as e exprimi-as. Só isso! Simples!

João Filipe Oliveira disse...

É certo que eu não diria que o CDS ganhou o debate, mas, dadas as circunstâncias em que chegou à campanha, fez um trabalho notável de tomar conhecimento do concelho. É evidente que lhe faltavam alguns pormenores que não escapam ao "olhar" de quem conhece o concelho mais a fundo.

No meu caso, perdoe-me a imodéstia, só tenho a agradecer à CDU a oportunidade de me apresentar como cabeça de lista, porque em nenhum outro partido eu teria hipótese de o fazer. Em nenhum outro partido eu teria possibilidade de dar assim uma visão sobre o concelho.

João Filipe Oliveira disse...

;-) Então? Desentendimentos com o Suplemento de Alma? Um comentário removido porque a educação tem de vir de casa? É forte!

maria mar disse...

Por acaso também vi isso, mas em conversa soube que "comi por tabela" e que foi "tudo a eito" (há k tempos não usava esta expressão!lol) por distração. Está lá novamente e...aumentado. LOL

;)

maria mar disse...

Quanto à sua intervenção, faço questão de deixar aqui bem claro que gostei. E que foi muito boa.
Como tudo na vida, avança-se "aprendendo". Boa continuação de apdz e participação na vida social e política do Concelho,Joao!